SAFRA PAY
FDC - FACULDADE
SODEXO CARTÕES
TECNOLOGIA

Twitter fechou milhares de contas por divulgarem notícias falsas

As contas criadas na China que tinham como objetivo semear discórdia entre os manifestantes em Hong Kong foram encerradas

20/09/2019 15h44
Por: Silvan Magalhães
Fonte: Twitter
79
Twitter/Reprodução
Twitter/Reprodução

O Twitter anunciou hoje que fechou milhares de contas em todo o mundo por divulgarem notícias falsas e propaganda pró governamental, em países como os Emirados Árabes Unidos, Egito e Espanha.

As contas criadas na China que tinham como objetivo semear discórdia entre os manifestantes em Hong Kong foram encerradas, assim como as que espalhavam mensagens pró-Arábia Saudita oriundas do Egito e dos Emirados Árabes Unidos e direcionadas ao Catar e ao Iémen, informou o Twitter.

"De acordo com nossa política que diz respeito à manipulação na nossa plataforma, nós fechámos todas essas contas", disse o Twitter, que também encerrou contas com notícias falsas na Espanha e no Equador.

O Twitter referiu ainda que encerrou 267 contas que divulgavam notícias falsas (fake news) nos Emirados Árabes Unidos e no Egito e 259 contas relacionadas com o Partido Popular, 1.019 no Equador e seis contas na Arábia Saudita, além das 200.000 na China que já tinha anunciado em agosto deste ano.

Na nova atualização do relatório sobre transparência, a plataforma Twitter explicou que as contas do Partido Popular espanhol estiveram ativas "durante um espaço de tempo relativamente curto", mais precisamente durante os meses de fevereiro e março deste ano.

Todas as contas criadas nestes dois meses, segundo conclui a rede social, apresentavam um "comportamento de 'spam'" e permitiam 'retuitar' mensagens para outras contas para "aumentar a interação".

Perante esta revelação, o Partido Popular espanhol garantiu à agência de notícias Efe que "nunca criou contas falsas".

"O Partido Popular não criou contas falsas porque considera que a eficácia real nas redes sociais se faz com os seus voluntários reais e as suas contas próprias", justificou a organização política, embora o relatório do Twitter tenha confirmado que as contas foram operadas diretamente por este partido espanhol.

Já em junho, o Twitter tinha informado sobre o encerramento na sua rede social de 130 contas falsas da Esquerda Republicana por "influenciarem as conversações" a fim de se obter uma "vantagem política".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias